top of page

Sororidade e o Mito da Rivalidade Feminina

Sororidade é uma palavra muito significativa e a reflexão sobre o seu significado e aplicação é por si só, um ato revolucionário.



“A origem da palavra sororidade está no latim sóror, que significa “irmãs”.
“Sororidade é a ideia de solidariedade entre mulheres, que se apoiam para conquistar a liberdade e a igualdade que desejam. É respeitar, ouvir e dar voz umas às outras sem julgamentos.” Fonte. Escola Educação

Historicamente, nossa sociedade foi


formada a partir do Patriarcado, sistema social no qual o “pai” era o centro de todas as decisões, autoridade moral e exercia a função de poder e controle sobre todas as pessoas que vivessem sob seu domínio.


E a partir deste traço cultural, inúmeros estereótipos se constituíram sobre a performance esperada para homens e mulheres. E em um dos tantos estereótipos de gênero existentes, está a questão das relações sociais entre as mulheres, foi criado o mito da rivalidade feminina, ou seja, a crença de que as mulheres são muito competitivas umas com as outras, além de não serem amigas verdadeiras de outras mulheres. Mulheres não são amigas, são rivais.


E alimentando esta crença, são inúmeros casos em que a mídia rivaliza as mulheres, vira e mexe aparece uma “batalha de divas”.






















Você já deve ter ouvido estas frases: “não dá para confiar em mulheres” ou “Mulher se arruma para outra mulher”. Estas frases são o resultado deste estereótipo que certamente, gera efeitos negativos na autoestima das mulheres, produzindo comportamentos de autossabotagem, fazendo com que uma mulher não se reconheça na outra e mantenha a competição ou desconfiança constante.


E evidentemente, este estereótipo está presente dentro das organizações, refletindo no clima do ambiente e na segurança psicológica dos espaços institucionais.

A sororidade é quase um antídoto para a crença da rivalidade feminina. Não sei ao certo se é a crença sobre a rivalidade feminina que dificulta a sororidade ou é a falta de sororidade que alimenta o mito da rivalidade. É a versão feminina da palavra fraternidade.


Sororidade é o sentimento de amizade e lealdade entre mulheres que foi criado para incentivar a solidariedade, o apoio mútuo e uma sensação de comunidade. Por meio da sororidade, as mulheres podem trabalhar juntas para alcançar seus objetivos e sonhos, umas pelas outras, criando ligações duradouras e resistindo às circunstâncias difíceis.


A sororidade incentiva as mulheres a buscar e a apoiar o sucesso de outras mulheres e é fundamental para o empoderamento feminino em qualquer contexto. Estimula o equilíbrio e o bem-estar das mulheres, bem como seu desenvolvimento profissional e pessoal. É por isso que é tão importante, tanto para indivíduos como para a sociedade e para as empresas.


Como colocar a sororidade em prática nas empresas?


1. Tenha consciência de que a rivalidade feminina é um mito, culturalmente construído;

2. Não use critérios diferentes para julgar homens e mulheres. Reflita: eu pensaria isso se fosse um homem, eu perguntaria isso se fosse um homem?

3. Quando souber de alguma situação de assédio, em primeiro lugar, acolha. E em segundo lugar, não culpe a vítima;

4. Quando uma mulher solicitar uma ajuda com um relatório, uma apresentação ou qualquer outra atividade, coloque-se à disposição e não faça pré-julgamentos em relação às competências;

5. Não estimule qualquer tipo de competição entre suas colegas de trabalho;

6. Evite criticar abertamente as mulheres à sua volta;


E é importante entender que uma mulher sozinha se encontra em uma posição social na qual possui grande dificuldade para ser ouvida, fazendo com que suas reivindicações e denúncias nem sempre sejam validadas.


Se você é uma mulher em posição de liderança, pense que a sua conquista é uma referência para outras mulheres e que seu comportamento pode ser um grande estímulo para que outras mulheres almejem alcançar outros cargos dentro da empresa.


O ato de empatia e união entre as mulheres fortalece todas as mulheres.


Vamos juntas?

97 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page